sábado, 12 de dezembro de 2009

Experiências desenvolvidas com projetos

Pesquisando na Internet, encontrei o projeto do professor Jailson Silva, da Escola Estadual Prof. Walfredo Arantes Caldas, na Vila Penteado, na zona norte da capital de S.Paulo. O projeto “Lições de cidadania e direitos humanos: escola sem bullying” trata mais especificamente do problema de bullying na escola e esta todo descrito no blog http://projetoescolasembullying.zip.net/, criado para divulgar as aitividades do projeto.
O projeto surgiu a partir da observação dos professores sobre o comportamento dos alunos no ambiente escolar, como por exemplo, apelidos, agressões moral, física e verbal, além de brincadeirinhas de mau gosto. A partir desta constatação, viram a necessidade e a urgência de criar um projeto que viesse reduzir esses problemas na escola.
Os responsáveis pelo projeto são os professores Jailson Silva (prof. De Matemática) e Simone Marques Martins (profa. De Língua Inglesa), mas eles contaram também com a colaboração dos professores de Filosofia, de Geografia e com o apoio da equipe gestora da escola, criando desde modo um projeto interdisciplinar.
O projeto depois de elaborado pelos professores foi enviado à CENP para análise e apreciação e depois de algumas semanas receberam um parecer positivo dos técnicos e especialistas do órgão. Foi aprovado e recebeu verba para custeá-lo e logo começaram a colocá-lo em prática.
O projeto foi direcionado a toda a comunidade escolar, mas teve a participação ativa e efetiva dos alunos do 1º ano do Ensino Médio, que para envolver essa comunidade usaram de várias estratégias, como a apresentação de seminários sobre os temas racismo, pluralidade cultura, orientação sexual, entre outros, que suscitaram reflexões e debates acalorados; até a criação e interação em comunidade virtual no site orkut para trocas de experiências e depoimentos relacionados às práticas de bullying; a montagem de mural para expor as pesquisas e descobertas com o intuito de sensibilizar todo o alunado e a comunidade escolar em relação aos temas estudados.
“Cada professor buscou em sua disciplina um gancho para trabalhar o tema. Assim, a professora de Inglês e Português criou cartazes de campanha contra o bullying e apresentou jornais, revistas e livros que tratavam do assunto. Em História, foi trabalhada a questão do negro e do racismo no Brasil, que também é um dos motivos do fenômeno. Já a Geografia estudou os fatores políticos e econômicos que traçam os caminhos da desigualdade no Brasil” (site Sintonia – um outro mundo é possível).
Para colocar em prática todas essas atividades alunos e professores utilizaram no projeto vários recursos tecnológicos e midiáticos, como: jornais, revistas, livros, Internet, vídeo, TV, DVD, filme, datashow, filmadora, microfone, retroprojetor e câmera digital.
O projeto teve a duração de vinte semanas, durante o ano letivo de 2006 e teve ampla divulgação na imprensa: revista, jornal Diário Oficial Estado de S. Paulo, Portal do governo Estado de S. Paulo, Portal do Servidor Público, entrevista na TV (SBT) e vários outros sites.
Para culminância do projeto, foi gravado um DVD com depoimentos de alguns alunos sobre as práticas de bullying, sobre o projeto realizado na escola, sobre SUS inquietações diante do tema e seus planos para o futuro.
Portanto, o projeto teve resultados bastante positivos, pois os alunos entenderem o fenômeno do bullying e foram motivados e incentivados a terem atitudes pró-ativas para mudar a situação das vítimas e dos agressores. Outro fator positivo no projeto foi a inclusão digital dos alunos e os planos para o futuro de levar adiante o projeto com outras ações para toda a escola, envolvendo mais professores e mais alunos.


Um comentário:

Pensei, cogitei, imaginei, delirei e criei... disse...

Muitíssimo boa noite querida Silene Faro. Uau! Amei a postagem, o bullying realmente é mais um problema que tem que ser resolvido, e iniciativas como a desse projeto é realmente encantadora, e só nos faz crer que é com atitudes e idéias desse tipo, que a situação do nosso Brasil e mundo vai melhorar. ;)
Abraços!
Deus é sempre conosco! =*

Figuras de Linguagem IV